segunda-feira, 21 de abril de 2014

5 novidades

Voltamos.

Feriado prolongado foi de passeio.

Novidade 1 - Pela primeira vez levamos o Pedro numa viagem onde não tinha nada pra nos socorrer com as Pedrisses. Explico: até hoje só tínhamos viajado com o moleque pras casas de vó ou de amigos que tem filho. Isso significa que nossos anfitriões sempre tinham facilidades pra nos oferecer como berços, banheiras e outras coisas que fazem uma puta diferença na bagagem.

Desta vez não. Casa de praia. Zero equipamentos de bebê. Bom teste, inclusive pro nosso carro, já que eu me recuso terminantemente a ter um carro enorme como um sedan, perua, van, etc antes dos 50. A propósito, a viagem também embalou a comemoração dos meus 35. Assim que possível vou procurar qual é a crise certa pra essa idade. Ouvi dizer que tem alguma.

A viagem estava marcada faz tempo, casa reservada e tudo quando a médica nos informou que o Guri ainda não pode com praia. Pois é. Os olhos dele ainda não estão prontos pra tanta claridade e ele precisaria ficar guardado durante o dia. Frescura desgraçada hein? Mas preferimos não arriscar. Se for pra contrariar a orientação, pra que levar no médico né? Combinamos de revezar quem perdia a praia pra ficar com o guri.

Novidade 2 - Entrar no Rio de Janeiro de carro é tenso. Não pelo que se vê, mas pelo que vc ouve da boca dos outros sobre arrastões, matanças, e barbaridades em geral. A sensação de perigo senta no banco de traz e fica lá limpando a garganta pra vc não esquecer dela. Eu tava até com um plano de fuga mental quando alguém me botasse o treizoitão: enquanto eu entregava as chaves do carro a Elaine tirava a cadeirinha e caía na quiçaça.  Tava ensaiadinho na cabeça. Até a notícia do JN já tinha - "Caipira passeando no RJ foge de assalto na linha vermelha e é atropelado por motoboy. Testemunhas afirmam que uma mulher caipira foi vista entrando no mato com uma criança caipira.Vamos agora falar da casa da vó caipira pra saber como ela está se sentindo".

Não teve assalto mas errei o caminho. Eu vi na TV que quando vc erra o caminho no RJ vc sempre cai no meio de uma favela e um traficante malvado fuzila você, toda sua família e manda veneno pelo correio pro seu cão que ficou em casa morrer também. Se falou na TV é verdade, então fiquei com algum medo. Mas quando me perdi tava na frente do portão do Framengo, foi fácil voltar pro trecho. Vivo.

Novidade 3 - É possível um caipira dirigir no Rio e sair ileso. Ajuda bastante manter-se perto de bons pontos de referencia, mesmo perdido.

Já na casa descarregamos malas, sacolas, criança, brinquedos, comidas, etc etc etc e tinha bastante "etc" viu... ta loco. Pra facilitar as coisas tínhamos preparado um arsenal de papinhas em casa e levamos tudo congelado. Aliás, quero recomendar um treco que ganhamos de presente e foi excelente: uma bolsinha térmica que conservou tudo pelas 6 horas de viagem. Esse link aí é só pra ilustrar. Eu não conheço a loja e não ganho nada pra fazer propaganda da marca. É só um treco que usei, aprovei e recomendo. As pedrinhas de gelo que colocamos lá dentro nem derreteram.Supimpa!

Tudo arrumado. Vamos pra praia. E o Pedro?
- Eu fico
- Ah, nao. Vai la. Eu fico.
- Não, pode deixar. Eu fico aqui com ele.
- OK. Fica então
- Já pra praia vocês dois. EU fico!

Novidade 4 - Algo que não temos no dia-a-dia: a presença da vó e o prazer que ela sente abrindo mão da programação oficial pra ficar com o neto.
Curtimos uma manhã da nossa antiga família de 2 e notamos que ser 3 ainda é a maior das novidades. Ficar ali batendo papo sem prestar atenção em nada ainda é o que nos parece a vida "normal" e cuidar de pessoinhas ainda é meio maluco demais.

Novidade 5 - Passa umas 2 horas e dá saudade do filho. Sério.

Rocinha a noite (panoramio.com)





4 comentários:

  1. De fato: um carro maior não faz falta até o dia que você experimenta um. Só que você percebe que dá pra levar um bando de coisas que antes você não levava. Aí o bebê vira criança e a quantidade de tralha diminui um pouco...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que eu não quero que dê pra levar mais coisa. :-)

      Excluir
  2. O mais legal é quando você se oferece pra dar carona pro povo do trabalho. Daí vem a conta: ah, cabem 5 no carro. E você prontamente responde: não! Cabem 4, porque a cadeirinha ocupa o espaço de uma pessoa inteira - mesmo a "pessoa" tendo 15% do seu tamanho.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei intrigada em saber que bebês não podem com excesso de luz, afinal de contas vivem expostos a flashes fotográficos, que seria então muuuuito pior...vou perguntar ao pediatra do meu Pedro

    ResponderExcluir